O Instituto Paranaense de Reciclagem (InPAR) lançou um projeto que visa promover a sensibilização ambiental dos consumidores por meio da impressão de histórias em quadrinhos educativas em cartuchos de pães.

A primeira história será impressa em 150 mil cartuchos de pães em 150 panificadoras de Curitiba, Maringá e mais sete cidades da Região Metropolitana (Colombo, Pinhais, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, Araucária e Fazenda Rio Grande). Ao longo de 2020 e 2021, serão distribuídas seis histórias que exploram a temática ambiental com ênfase no descarte correto dos resíduos sólidos e na logística reversa de embalagens.

O presidente do Instituto, Rommel Barion, explica a importância de uma ação voltada para a educação ambiental do público em geral. “Queremos chamar a atenção para a importância da destinação adequada das embalagens por meio de uma narrativa atraente para todas as idades. Nosso objetivo é oferecer uma oportunidade de reflexão sobre como os resíduos são gerados e descartados, bem como de que forma isso impacta na vida das pessoas”, afirmou.

O presidente do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria no Estado do Paraná (Sipcep), Vilson Felipe Borgmann, explicou como o setor da panificação colabora para a disseminação da importância da reciclagem. “As panificadoras fazem parte e funcionam como formadoras de opinião nos bairros. Elas atingem diretamente os núcleos familiares e possuem um papel muito importante na conscientização das pessoas para a realização da reciclagem de diferentes tipos de materiais”, ressaltou.

A iniciativa é uma parceria entre o InPAR, a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), o Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria no Estado do Paraná (Sipcep) e o Sindicato das Indústrias de Papel e Celulose do Paraná (Sinpacel). Essa primeira etapa também contou com o apoio da Leal Embalagens, empresa paranaense do mercado de industrialização e comercialização de produtos descartáveis de papel. As histórias foram desenvolvidas pelo ilustrador curitibano Giovani Medine.