O Instituto Paranaense de Reciclagem passará nesse mês de março por um momento muito importante de sua história. Realizaremos as nossas eleições para os cargos do Conselho Administrativo e Fiscal no dia 2 de março através de um sistema eletrônico da Fiep que permitirá com que todos os associados possam se envolver e participar desse momento tão importante. Serão 44 associados e será extremamente importante que todos possam se envolver nessa votação.

Ao longo desses três anos de gestão, desde a fundação do InPAR, em 2017, atuamos para difundir o conhecimento sobre logística reversa e todos os processos envolvidos, além de realizar ações que envolveram sindicatos, indústrias, órgãos do poder público, cooperativas e os próprios consumidores finais para a expansão do tema na sociedade.

Atuamos em nível nacional para a expansão do Acordo Setorial de Embalagens em Geral em conjunto com os representantes da Coalizão Embalagens e da Aslore. Participamos de reuniões e debates acerca do tema e reforçamos nosso espaço como representantes ativos das discussões que envolvem a logística reversa. Seguimos em constante diálogo com representantes do Ministério Público e da Secretaria do Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Paraná (SEDEST) para a implantação de leis e projetos que possam difundir ações.

Nossos projetos também impactaram a sociedade de maneira direta. Em três edições do Dia do Desafio Ambiental (mobilização para que a população leve a os resíduos para serem descartados corretamente) foram coletados mais de 24 toneladas de resíduos dos mais diversos tipos. Em duas edições do mutirão de limpeza da Baía de Guaratuba, em parceria com o Instituto Grajaú, foram coletadas 13 toneladas de resíduos com a participação de mais de 400 voluntários em cada edição. Realizamos ainda Oficinas de Aprendizagem com o Colégio Sesi e uma ação de educação ambiental durante o lançamento do Programa Lixão Zero, em Curitiba.

Outra importante atuação do InPAR se deu em parceria com as associações de catadores. Realizamos a concessão de equipamentos responsáveis por melhorar as condições de trabalho e trazer mais agilidade aos processos desenvolvidos. Os equipamentos foram doados para duas associações em São José dos Pinhais e uma em Paranaguá.

O InPAR não para e novos projetos envolvendo educação ambiental e associações de catadores, recuperação de resíduos sólidos e recuperação energética também devem ser abordados em breve. Seguimos trabalhando forte para que as ações de conscientização cheguem a cada vez mais pessoas.

Ficamos felizes com os resultados alcançados e com a consolidação e desenvolvimento desse importante projeto. Naturalmente, existiram, e existem, inúmeros percalços durante a jornada, contudo, soubemos sempre seguir em frente. Avançamos bastante nesta primeira gestão, mas ainda temos muito a avançar. Desejamos à próxima gestão um ótimo trabalho. Que a logística reversa se torne cada vez mais uma realidade para a nossa sociedade e que o InPAR seja uma grande referência no desenvolvimento de suas ações. Contamos com a participação de todos.

 

Atenciosamente

Rommel Barion | Presidente / Instituto Paranaense de Reciclagem