Estimados,

No início de março, os associados elegeram os representantes do Conselho Administrativo e Conselho Fiscal do Instituto Paranaense de Reciclagem. Os novos conselheiros ficam honrados com o reconhecimento e estão motivados para encarar os desafios do mercado de logística reversa até o ano de 2023.

Nessa nova etapa, o InPAR seguirá atuando intensamente por meio da concretização de investimentos diretos e indiretos em associações e cooperativas de catadores, bem como na promoção e execução de campanhas de sensibilização do consumidor final. Muitas novidades virão por aí!

Neste sentido, continuaremos a realizar o acompanhamento das novas políticas públicas, a fim de firmarmos posicionamentos sólidos, buscando sempre o diálogo e uma atuação ativa no que tange a logística reversa de embalagens em geral. Em meio a tudo isso, toda a equipe unirá forças para enfrentar todas as adversidades que a pandemia da COVID-19, provocada pelo Novo Coronavírus, cause sobre o setor produtivo, sobretudo em relação a questões socioeconômicas.

A preocupação com a destinação correta de produtos e embalagens já é realidade em grande parte das empresas e residências, mesmo em meio a esse período. Contudo, vale alertar que as máscaras, luvas, lenços umedecidos, neste período, são potencialmente infectantes. Pelo princípio da precaução, estes materiais não devem ser destinados à coleta seletiva, pois na outra ponta, trabalhadores poderão entrar em contato com o vírus. É preciso garantir toda a segurança à população nesse momento e pensar em estratégias eficientes de logística reversa é algo essencial.

Vamos trabalhar ativamente para superarmos as dificuldades e os desafios desse período conturbado. O InPAR é um parceiro de todos os associados e está à disposição para sanar dúvidas. Conte conosco.

Equipe InPAR