Estimados associados,

A preocupação em cuidar do meio ambiente é uma realidade. Os recursos do planeta estão cada vez mais escassos e ignorar esse fato é um erro grave. As indústrias não podem pensar apenas nos produtos que criam e vendem, mas também devem ter em mente uma questão crucial que faz parte desse processo – as embalagens. Todavia, as embalagens podem se tornar um diferencial para a empresa que as desenvolve mais amigáveis ao meio ambiente. Vemos muitos exemplos de embalagens desenvolvidas para serem facilmente recicláveis ou mesmo biodegradáveis. Aplicando tecnologia e pesquisa, podemos chegar a ótimos resultados.

Nesse ponto, citamos a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que é um marco nacional na gestão de resíduos sólidos e completou nove anos no último dia 2 de agosto. É ela quem regulamenta a implementação da logística reversa, um importante instrumento de desenvolvimento econômico cujo objetivo é destinar adequadamente os resíduos produzidos no pós-consumo, como as embalagens, propiciando seu retorno à cadeia produtiva, de modo a evitar o acúmulo de rejeitos no meio ambiente.

Para difundir informações relacionadas ao tema e envolver o maior número de indústrias possível nesse processo, o InPAR, além dos projetos desenvolvidos no Paraná, participa da Coalizão Empresarial, que reúne 19 associações brasileiras e tem o objetivo de ajudar as empresas a cumprir o Acordo Setorial de Embalagens em Geral. Buscando a implementação da Fase 2 do Acordo, o InPAR participou, no último dia 14 de agosto, de mais uma Assembleia da Coalizão em São Paulo, sendo representado pela equipe técnica e jurídica.

Entre as ações previstas pelo grupo está a elaboração de um Plano de Ação da Coalizão, que objetiva apresentar um compilado de dados, como faturamento e número de funcionários, de todas as associações integrantes. Dessa forma, será possível apresentar estatísticas com o tamanho da representatividade da Coalizão no país, o que deve trazer maior poder de negociação perante o governo federal.

Outro trabalho do InPAR foi a concessão de equipamentos para a Associação de Coletores e Recicladores da Ilha de Valadares – Nova Esperança – em Paranaguá/PR. A cerimônia de celebração de assinatura de contrato ocorreu no dia 21 de agosto, na sede da associação.

O InPAR segue trabalhando forte para atender às mudanças na legislação, exigências do setor e ampliação das ações ligadas à logística reversa. Caso haja qualquer dúvida, estamos à disposição.

Atenciosamente,

Rommel Barion | Presidente / Instituto Paranaense de Reciclagem